Mês: setembro 2015

Ananda Apple: A consciência como flor da vida

Nós, jornalistas, conhecemos de perto os hipócritas. Os sujos de intenções, os indivíduos pequenos demais, menores do que larvas. Porque nossa rotina nos leva a todos, a tudo, à miséria e até ao luxo de pensadores iluminados. Conheço bem a jornalista Ananda Apple. Trabalhamos juntos na TV Globo muitos anos. O Quadro Verde que ela criou e apresenta na emissora, de maneira surpreendente, porque conseguiu um espaço único em toda a televisão brasileira, preocupada em exibir coisas chulas, é a cara dela. É a nossa cara.   Não há mais o que falar sobre Ananda, minha amiga, além do...

Read More

A Era do Rádio

Durante as comemorações no Dia do Rádio do ano passado, recebi de um ouvinte bem conhecido de quase todos os apresentadores do meio, Mário Lopomo, uma pesquisa recheada de lembranças do rádio que ele ouvia quando menino, em São Paulo e depois como jornalista contratado de uma emissora. Suas lembranças viajam entre os anos 40 e 60.

Read More

Hoje é o Dia do Rádio. Mas não há o que comemorar

Houve um tempo, não muito distante, em que o Rádio era um companheiro inseparável. As emissoras, em sua grande maioria, investiam em jornalismo, informação, prestação de serviços e música. Sim! Havia música na maior parte das programações. Ouvia-se de tudo: MPB de boa e má qualidade, rock, música caipira, sertaneja, e, pasmem, até música instrumental. Havia vida inteligente no Rádio. Neste 25 de setembro, comemora-se o “Dia do Rádio” em homenagem ao nascimento do Edgard Roquete Pinto, que trouxe o rádio para o Brasil, junto com Henrique Morize. Mas a verdade é que pouco nos resta para comemorar, ainda...

Read More

Ferrovias musicais

  Há muitos e muitos quilômetros rodados por canções de nossa MPB que são associadas às composições ferroviárias. Em outras palavras, dá para se fazer um bom número de “viagens” destacando o trem na canção brasileira.     Pode-se dar a partida observando-se aquele velho trem que, enquanto atravessa o pantanal, faz o coração do viajante bater desigual (Trem do Pantanal, de Paulo Simões e Geraldo Roca), para depois lamentar o caminho de ferro que ligava a Bahia à Minas e que mandaram arrancar (Ponta de Areia, de Milton Nascimento e Fernando Brant). E, em seguida, podemos nos remeter...

Read More

50 anos depois a Jovem Guarda já é vista com melhores olhos

A primeira transmissão do programa de TV, “Jovem Guarda” completou 50 anos. Foi em 22 de agosto de 1965 que pela primeira vez Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa subiam ao palco juntos. A proposta para a realização do programa surgiu a partir do final das transmissões esportivas ao vivo pela TV Record nos finais de tarde e se pensou em algo que pudesse arrebatar, assim como o futebol, uma grande audiência. A emissora procurou então, uma agência de publicidade, a Magaldi, Maia e Prosperi que ficou de bolar essa alternativa e o publicitário Carlito Maia, lembrou uma frase pronunciada...

Read More
  • 1
  • 2